sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

A minha Jornada nas Estrelas: Segundo dia: No alto podemos ter o olhar mais ampliado

Diário de bordo
Data: 03/12/2013 - 20h00
Data Estelar: 2456630.5

Depois da subida pela "Star Track" em Paranal no ESO, voltei para o hotel e aguardamos chegar a hora do por do Sol. Sem dúvida a vista é maravilhosa!
Vista do alto do Monte Paranal - ao fundo pode se observar as nuvens abaixo do nível da montanha


Foi possível ver de perto os telescópios do ESO instalados em Paranal


Na foto está da esquerda para direita: Fernando Comerón (representante do ESO no Chile), Claudine Nicollier (astronauta suíço que esteve lá comigo), Cláudio Melo (que é diretor científico do ESO no Chile), que mesmo com o joelho machucado fez questão de nos acompanhar na visita.  O último sou eu!





ao fundo um dos 4 telescópios gigantes de Paranal. Eles tem nomes tirados das lendas do povo andino. Esse é o Antu, que quer dizer "O Sol"- Ao fundo está o Kueyen - "A Lua"

Aqui pode-se observar os outros dois grandes telescópios - Melipal (Cruzeiro do Sul) em primeiro plano e no fundo Yepun (o planeta Vênus)






Dentro da Cúpula do VLT - é impressionante a precisão que esses equipamentos funcionam. Utilizando ótica adaptativa eles conseguem minimizar os efeitos da atmosfera, conseguindo resultados fantásticos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos desde que sejam pertinentes aos posts