quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Quem é doutor? - 2


No site da Revista Época dessa semana foi publicado um interessante texto da Jornalista Eliane Brum, sobre a questão do uso do título de doutor por médicos e advogados. Neste texto a jornalista faz uma interessante análise sobre essa questão mostrando que o uso desse título que está fortemente arreigado na cultura brasileira tem haver como uma questão de submissão social.
Para ver a matéria completa, vejam nesse link.

Há 4 anos escrevi um texto sobre esse tema também aqui mesmo no blog. É um dos posts mais visitados com mais de 4000 visualizações e mais de 30 comentários.  Muitos comentários são dos advogados e médicos se defendendo que eles devem ser chamados de doutores e outros defendo de quem é doutor apenas quem fez doutorado. Vale a pena conferir, principalmente os comentários nesse link.

Normalmente quem é doutor quase nunca faz questão de ser chamado como tal. Apenas como exemplo, nessa semana estou em um congresso na Itália, com mais de 1000 físicos, praticamente todos doutores (exceção aos estudantes que ainda estão fazendo doutorado) e não vi (normalmente nunca acontece) alguém ser chamado de Doutor. Apenas usa-se em algumas situações o título de Professor (em inglês Professor é diferente de teacher, que é usado para os professores de universidade e teacher para professores em geral).

Um comentário:

  1. Em terra em que ser dono de terra lhe faz ser chamado de coronel, infelizmente, não é surpresa termos pessoas que imerecidamente são tratadas por títulos que não lhe são de direito.
    Além dos "doutores", temos os "maestros" que são assim chamados apenas por estarem a frente de um grupo musical, sendo muitas vezes analfabetos musicais.
    Creio que isso se explica pela imaturidade emocional, que aflige as pessoas independente da idade, e que os leva a desesperadamente aparentar que são alguma coisa ao invés de sê-la.
    Parecer, para essas pessoas, é mais importante do que ser.
    Parabéns pelas ótimas postagens.

    ResponderExcluir

Todos os comentários são bem vindos desde que sejam pertinentes aos posts