quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Um novo planeta descoberto, talvez alguma esperança de encontrarmos vida fora da Terra

Ao sair de casa, pego o meu celular e vejo que há uma mensagem. Tenho um aplicativo que informa quando é descoberto um novo exoplaneta (algo bem de "nerd", mas é muito interessnate). A informação é sobre a descoberta de dois planetas extrasolares, sendo que um deles está na chamada zono habitável.

Os dois planetas foram descobertas entorno da estrela Gliese 581, que está a cerca de 20 anos-luz da Terra. Um deles tem 7,85 vezes a massa da Terra (Gl 581 f) e o outro 3,47 (Gl 581 g), sendo que o último completa uma translação ao redor da estrela em aproximadamente 36 dias e meio e o outro em 433 dias. Ao redor dessa estrela, que tem apenas cerca de 30% da massa do Sol, já foram identicados outros 4 planetas.  Devido a massa estimada ele deve ser rochoso e ter a gravidade semelhante a terrestre, e por isso, teria chances de manter uma atmosfera semelhante a nossa.

Contudo, ele tem sempre uma de suas faces voltadas para a estrela, o que torna apenas um lado iluminado e o outro em escuridão perpétua. Isso pode limitar a possibilidade de vida no planeta, uma vez que existiria apenas uma região habitável, que seria na parte intermediária entre a luz e a escuridão.

O interessante é que o planeta (Gl 581 g)   está no que se chama de "zona habitável" desse sistema estelar, como o Gl 581c, descoberto alguns anos atrás. Essa é a região na qual o planeta não está tão próximo da estrela, a ponto de ser muito quente e impedir a exitência dos elementos essenciais a vida com a conhecemos, e nem tão distante, a ponto de apresentar temperaturas muito baixas. Mas, ainda estamos muito distantes para detectar qualquer forma de vida, seja ela primitiva ou inteligente.

Olhando aqui da Terra, a estrela Gliese 581 é apenas uma pequena anã vermelha, que talvez tenha na sua volta algo que nos mostre que não estamos sozinhos nesse universo. Somente o tempo dirá.

Imagem de Gliese 581 - Fonte ESO

22 comentários:

  1. Anônimo10:32 AM

    Muito legal o artigo. Mas saiu a palavra "tseria" durante a digitação. Se isso não te incomoda, me desculpe.
    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Obrigado por ter avisado. Escapou mesmo. Acabei de corrigir
    Um abraço
    Adilson

    ResponderExcluir
  3. Sei não, colega...Até um tempinho atrás eu fazia uma conta simplista: Se temos mais ou menos 100 bilhões de galáxias observáveis, e cada uma tem aproximadamente 100 bilhões de estrelas, se supormos que cada estrela tenha apenas 2 planetas em órbita, e cada exoplaneta possa ter também suas exoluas, então seria muito difícil imaginar que as condições para o surgimento da vida teriam ocorridas somente aqui no Pálido Ponto Azul. Mas atualmente, quando leio estas notícias dos exoplanetas descobertos, e vendo como seria difícil que eles pudéssem abrigar vida de alguma forma, já começo a pensar que as chances de ter havido condições parecidas com as que ocorreram aqui não seriam tão fáceis de serem encontradas no Universo. Mas enfim, a probabilidade para que isto tenha ocorrido ainda é grande, afinal,os mais de 400 exoplanetas descobertos até agora, estão contidos num círculo com raio de apenas 300 anos-luz do sol. Ainda é muito pouco, não é mesmo?
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Caro Jairo,
    Se pensarmos que descobrimos aproximadamente 500 planetas, entre as centenas de bilhões que existem parece pouco, mas como ainda estamos limitados pelas técnicas atuais é muito provável existirem muitos mais planetas e talvez encontremos logo vida fora da Terra. Eu acho que essa será a maior descoberta desse século,
    Um abraço

    ResponderExcluir
  5. Anônimo12:33 PM

    Espetacular. Espero que tenha mesmo vida em outros planetas, pois o ser humano é muito limitado, imagina se houver vida inteligente? O quanto não poderia contribuir para o avanço e crescimento da espécie humana.

    ResponderExcluir
  6. Concordo com você. O dia que descobrirmos uma forma de vida fora da Terra sem dúvida mudaremos a nossa forma de pensar.
    Um abraço
    Adilson

    ResponderExcluir
  7. Anônimo11:24 PM

    olá, acho muito limitado o pensamento humano, incapaz de compreender como que somente pode haver vida em outros planetas em condições iguais a que temos, ou seja, de condicionar clima, água, etc, á condição de existência de vida, nosso conhecimento de vida é limitado pelo olhar que vida é um conceito de existência semelhante a nossa!.

    ResponderExcluir
  8. Não é uma limitação, mas a única forma de vida que conhecemos. Existem possibilidades de vida baseadas em outras estruturas, como a de silício, mas ainda são mais especulativas ainda. Por isso, procuramos apenas aquela forma de vida parecida como a nossa.
    Um abraço
    Adilson

    ResponderExcluir
  9. gostei pow maneiro iso é muito importante para nois seres humanos

    ResponderExcluir
  10. Anônimo10:11 PM

    parabens pela descorbeta

    ResponderExcluir
  11. Anônimo8:12 AM

    Muito massa!
    Acho que quando o ser humano encontrar finalmente outros seres eu ja n estarei aqui.
    xD
    Mas espero que encontrem e entao percebam o quanto nosso planeta é importante. O pessoal parece que n se importa com o planeta. vive destruindo seu proprio lar só para pegar dinheiro.
    ¬¬
    E se dizem inteligentes ainda... (talvez inteligentes sim, mas não sábios)
    Acho que o que falta n é achar vida em outro lugar, é preservar a que temos. Isso é ainda mais importante.

    ResponderExcluir
  12. Olá amigos, deixo aqui a minha dica:
    A Rede de Popularização da Ciência e da Tecnologia da América Latina e do Caribe (Red-POP) recebe até 15 de novembro, propostas de trabalho para a 12ª Reunião Bienal (http://www.mc.unicamp.br/redpop2011/) que acontece no Brasil, organizada pelo Museu Exploratório de Ciências (MC), da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), de 29 de maio a 2 de junho de 2011.
    Com o tema “A profissionalização do trabalho de divulgação científica”, o encontro aceitará tanto trabalhos de pesquisa, de caráter acadêmico, quanto de profissionais da área, interessados em relatar suas experiências. Cinco eixos temáticos vão nortear a 12ª Reunião: Educação não-formal em ciências; Jornalismo científico; Programas e materiais para museus de ciências: materiais e práticas concretas; Museografia e museologia científica; Público, impacto e avaliação dos programas.

    ResponderExcluir
  13. Cara Letícia,
    Obrigado pela dica.
    Um abraço
    Adilson

    ResponderExcluir
  14. Anônimo2:43 PM

    gostei muito da descoberta e muita mais de qm divulga isso para o povo pq muitas das descobertas são de certo modo reprimidas e escondidas de nos.
    Espero estar vivo no dia em que descobertas como essas ou de vida em outro planeta pois me interesso muito no assunto
    parabéns a todos

    ResponderExcluir
  15. Anônimo1:08 AM

    TONTONKA, É GRANDE A POSSIBILIDADE DE SE ENCONTRAR VIDA EM OUTROS PLANETAS, E É CERTO QUE SERES DIFERENCIAIS JÁ ESTÃO NO MEIO DE NÓS, SEM QUE POSSAMOS PERCEBÊ-LOS, PORÉM A RECÍPROCA É VERDADEIRA.

    ResponderExcluir
  16. Anônimo9:46 PM

    quando descobrirem vida em outro planeta ai passaremos a tratar melhor os seres humanos acabando com a fome e irrigando o planeta. os ricos passaram a buscar forma de ganhar com a descoberta e ai passaremos a ter um crescimento unificado. a e quem sabe enviaremos um filme sobre a terra nesse escuro espaço e eles o assistam.

    ResponderExcluir
  17. esta e minha idia porque nos de todos paises do nosso planeta nao nos reunimos todos do mundo ajudando todos em geral em material cientistas tequinoligias para nos podermos construir uma nave gigante e potente e com alguns materiais capiturados dos alieniginas que estao escondidos na nasa e formando pilotos e enjenheiros e muitas outras coisas do jenero e equipar essa nave com o raio leizer que esta trancado no esquecimento pois e uma coisa que ja temos uzar isso para nossa alto defesa de perigos do espaço para nos portejer e com essa nave poderiamos visitar esses planetas façam isso e parem com as guerras e com as sacnagens de governos usem o dinheiro do mundo para essa nave espacial sejamos um planeta de paises reunidos para portejer a terra entao amigos nos samos capases pois a 200 anos atras quem diria que ia esistis computadores avioes carros e muito mais jente e nasa vos pesso deixem de serem burros pois temos tudo nas nossas maos abrem esses olhos pois a tequinologia pois nos temos e so ter votade de construir esse nave e so ter vontade um abraço paro todos de um amigo

    ResponderExcluir
  18. edneia januario3:37 PM

    adorei saber q pode existe vida em outro planeta
    e um prazer enorme!!

    ResponderExcluir
  19. Anônimo7:31 PM

    MuitoO legal quee tenham descoObridoO outro planeta onde poOssa habitar seres humanoOs!!Mais legal mesmoO seria se desse tudoO certoO para quee pudesse ir viver pessoas laa e todoO tipo de ser vivoO e quee nao acoOntecesse todoO problema que haa noO planeta Terra :)

    ResponderExcluir
  20. Anônimo7:39 PM

    Queem quer ter um trabalhoO super legal onde poOssa descoObrir varias coOisas de noOsso planeta,estrelas e galaxias...tah ai uma Ootima profissaoO ASTRONOMIA bom queem gosta coOmo eu pode seguir esta profissaoO.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo3:59 PM

    Estou muito interessado em saber de ti alguma coisa sobre propulsão eletromagnetica, deveria dar uma olhada, tenho uma sensação que essa seria uma forma de exploração ainda não explorada e que pode mudar o rumo da exploração espacial muito em breve.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo7:00 AM

    A uma distância de 20 anos-luz mais ou menos, creio não dever ser muito distante, pois tenho lido muito e norma geral vão a centenas se não mesmo milhares de anos-luz, as distância onde se têm feitas algumas descobertas espectaculares. a Gl 581 g com uma translação de 63,5 dias em torno da estrela eu acho que é um ano muito acelerado... e pergunto: qual é o tempo da sua rotação em torno de si mesma??? E isso aplica-se também a Gl 581 f. Sendo "provavélmente" de constituição rochosa e podendo ter uma gravidade semelhante e terra e até mesmo manter uma atmosfera será probabilidade suficiente para indiciar existência vida??? E como poderia ser estes seres? Vegetais ou não vegetais? Será que uma estrela que tenha 30% da massa do nosso sol que é de grandeza (1) pode ser orbitrado por planetas com massas de 7,85 e 3,47 vezes a da massa da Terra????

    ResponderExcluir

Todos os comentários são bem vindos desde que sejam pertinentes aos posts