domingo, 25 de abril de 2010

A música inspirando a divulgação.

No último sábado (24 de abril) estive na cidade de São Roque para participar de uma mesa redonda na Diretoria de Ensino que discutia o ensino de ciências para professores de Ciências, Biologia, Química e Física. Fui falar de um texto meu publicado no Ciência Hoje On-line (e aqui também): "A Evolução Cósmica" Fui a convite do coordenador da área de Biologia, o Prof. Paulo Bonando, que é meu amigo de muito tempo e já tivemos a oportunidade de trabalhar inclusive com esse tema há muito tempo.
A palestra tratava naturalmente do Big-Bang, surgimento da matéria e o aparecimento da vida aqui na Terra. Aproveitei e utilizei uma música Gilberto Gil do seu CD "Quanta" para motivar a discussão:


Átimo de pó 
Gilberto Gil e Carlos Rennó
Composição: Letra: Carlos Rennó;
Música: Gilberto Gil
Entre a célula e o céu
O germe e Perseu
O quark e a Via-Láctea
A bactéria e a galáxia
Entre agora e o eon
O íon e Órion
A lua e o magnéton
Entre a estrela e o elétron
Entre o glóbulo e o globo blue
Eu, um cosmos em mim só
Um átimo de pó
Assim: do yang ao yin
Eu e o nada, nada não
O vasto, vasto vão
Do espaço até o spin
Do sem-fim além de mim
Ao sem-fim aquém de mim
Den de mim.
  
Chamou-me a atenção dessa letra as comparações que ele faz entre o macro e o micro universo, ligando em um poesia e música esses extremos. Quando ele compara a estrela o elétron (as estrelas orbitam as galáxias e os elétrons os núcleos atômicos) a galáxia com a bactéria (a complexidade das estruturas interas é semelhante) e até entre o espaço e o spin.
Eu tenho utilizado esse recurso de  músicas e poesias nas minhas palestras "Física para poeta". Sem dúvida é uma junção interessante, que deve ser feita sempre de maneira cuidadosa, pois nem sempre é possível explorar isso de uma maneira adequada. Quem faz isso com muita competência é o Ildeu de Castro Moreira. Nesse artigo no site Píon da Sociedade Brasileira de Física há um artigo interessante sobre essa abordagem.
Coloco essa discussão em pauta.


2 comentários:

  1. Adorei!!! Gostaria muito de ter a oportunidade de assistir uma palestra sua, pois sou amante de poesia e fisica.

    Encontrei seu blog pelo : Blogs da Ciência

    Muito interessante,

    Estou seguindo,

    bjs
    Mari

    ResponderExcluir
  2. Cara Ro,
    Obrigado pelo comentário.
    Quem sabe você poderá um dia assisitir uma palestra minha. É só haver a oportunidade ou um convite,
    Um grande abraço
    Adilson

    ResponderExcluir

Todos os comentários são bem vindos desde que sejam pertinentes aos posts