segunda-feira, 21 de agosto de 2006

ICM 2006 - Primeiro Dia

A conferência começou hoje de fato. o Kyoto International Center é muito bonito e tem uma arquitetura futurista. Parece uma nave espacial.
As palestras de abertura, feita no impressionante salão principal, foram do J. Slonczewski e do Albert Fert.

Slonczewski falou de um tema que vai dominar a conferência. O efeito de corrente na direção do spin. Para os que não estão familiarizados com esse conceito, trata-se da observação do efeito de um campo elétrico em um material magnético. Isso seria um grande avanço na chamada spintrônica, pois poderia-se controlar simultaneamente o spin do elétron e a sua carga, com a combinação de campos magnéticos e elétricos. O Slonczewski já tinha previsto isso em 1996 e somente agora o efeito está sendo observado.
Ele apresentou um nome novo para isso "torkance", pois a direção do spin sofre um torque (uma força aplicada em uma determinada direção) devido a aplicação do campo elétrico, e como conseqüência, muda a resistência elétrica do material ( de fato a magnetorresistência túnel).

O Prof. Fert falou sobre as perspectivas futuras sobre a spintrônica, chamando atenção dos materiais que foram imaginados como promissores (segundo as previsões teóricas), mas que não se confirmaram experimentalmente. O grande problema é sempre a injeção de spin através de uma interface, que leva a perda de informação.As novas apostas são os materiais óxidos e as ligas de Heusler.

No período da tarde, assisti a seção exatamente sobre esse tema (Current induced magnetization reversal I) Foram duas palestras convidadas (D. Ralph, M. D. Stiles) . A conversa continou a mesma.

Por favor comentem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são bem vindos desde que sejam pertinentes aos posts