domingo, 29 de dezembro de 2013

A minha Jornada nas Estrelas: Segundo dia: Com o anoitecer começamos descobrir o céu

Diário de bordo
Data: 03/12/2013 - 20h45
Data Estelar: 2456630.5

Quando começou anoitecer no alto da montanha foi possível ver um espetáculo fantástico.

Pôr do Sol em Paranal. As nuvens estão abaixo da montanha

Vênus fotografado sem tripê e com zoom da câmera

A pálida mancha que aparece um pouco deslocada do centro da foto é a Lua Crescente - Foto tirada sem tripe

Pôr do Sol


sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

A minha Jornada nas Estrelas: Segundo dia: No alto podemos ter o olhar mais ampliado

Diário de bordo
Data: 03/12/2013 - 20h00
Data Estelar: 2456630.5

Depois da subida pela "Star Track" em Paranal no ESO, voltei para o hotel e aguardamos chegar a hora do por do Sol. Sem dúvida a vista é maravilhosa!
Vista do alto do Monte Paranal - ao fundo pode se observar as nuvens abaixo do nível da montanha


Foi possível ver de perto os telescópios do ESO instalados em Paranal


Na foto está da esquerda para direita: Fernando Comerón (representante do ESO no Chile), Claudine Nicollier (astronauta suíço que esteve lá comigo), Cláudio Melo (que é diretor científico do ESO no Chile), que mesmo com o joelho machucado fez questão de nos acompanhar na visita.  O último sou eu!





ao fundo um dos 4 telescópios gigantes de Paranal. Eles tem nomes tirados das lendas do povo andino. Esse é o Antu, que quer dizer "O Sol"- Ao fundo está o Kueyen - "A Lua"

Aqui pode-se observar os outros dois grandes telescópios - Melipal (Cruzeiro do Sul) em primeiro plano e no fundo Yepun (o planeta Vênus)






Dentro da Cúpula do VLT - é impressionante a precisão que esses equipamentos funcionam. Utilizando ótica adaptativa eles conseguem minimizar os efeitos da atmosfera, conseguindo resultados fantásticos


quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

A minha Jornada nas Estrelas: Segundo dia: Chegar ao Céu pode parecer um inferno!

Diário de bordo
Data: 03/12/2013 - 16h00
Data Estelar: 2456630.5

Resolvi aceitar um convite para fazer a rota Star Track, uma caminhada do hotel até o alto da montanha onde ficam os telescópios. Não tinha reparado em qual era a distância e quanto eu teria que subir. São 2 km de caminhada e uma subida de 200 m! Foi a minha caminhada mais difícil!

O Hotel lembra um cenário futurista e foi usado nas filmagens do filme 007 - Quantum of Solace



Início da caminhada

Ficando para trás na caminhada

ainda faltando muito para terminar a caminhada

Chegando nos últimos metros

última subida

chegada ao final da Star Track






terça-feira, 3 de dezembro de 2013

A minha Jornada nas Estrelas: segundo dia - a companhia de um astronauta

Diário de bordo
Data: 03/12/2013
Data Estelar: 2456629.5

Na visita que estou fazendo em Paranal, no Observatório do ESO também tenho a companhia do primeiro astronauta  suíço Claude Nicollier. Ele fez quatro viagens para espaço, sendo que uma delas foi para a estação Mir  e na manutenção do telescópio Hubble. Ele já se aposentou como astronauta mas continua como professor de Engenharia Aeroespacial na Universidade de Lausanne na Suíça, aproveitando para ensinar os conhecimentos que adquiriu na carreira de astronauta. Bem diferente de outro astronauta que muito de nós brasileiros conhecemos.




Perguntei a ele sobre o filme Gravity, na qual atriz Sandra Bullock interpreta uma astronauta perdida na órbita da Terra. Ele me disse que a sensação é aquela que o filme passa, mas não tem tantos destroços no espaço como o filme mostrou. Isso para ele foi um exagero.


O grande problema que quando você está no espaço não existe nenhum atrito de forma que se você escapar não tem como parar de se mover.
Um outro comentário de Claude Nicollier é que o traje espacial no filme voa muito mais do que normalmente pode e que quando eles vão para o espaço eles tem no mínimo 8 horas de oxigênio para caminhadas espaciais.

A minha Jornada nas Estrelas - início do segundo dia

Diário de bordo
Segundo dia: 03 de dezembro de 2013
Data Estelar: 2456629.5

São 13h30, horário do Chile. Acabei de chegar em Paranal e a temperatura está amena, 21 C e a umidade do ar está em 21%, mas o normal por aqui é 5%.
Foi uma viagem de aproximadamente 1h40 desde Antofagasta até Paranal. Na paisagem apenas o deserto e pedra.




Esta é uma vista do observatório ca sua portaria





Agora vamos para o almoço

A minha Jornada nas Estrelas - Primeiro dia

Diário de bordo
Primeiro dia:02/12/2013 -
Data Estelar: 2456628.5

Recebi um convite do European Southern Observatory para conhecer o sítio em  Paranal que fica no Norte do Chile. O convite foi para a UFSCar conhecer o trabalho realizado pelo ESO. Para mim também foi uma oportunidade de realizar um sonho de infância. Poder ver o melhor céu do mundo e conhecer um dos maiores e mais importantes centos de astronomia.


A viagem de São Paulo à Santiago no Chile foi muito tranquila. A vista do avião passando sobre os Andes é algo maravilhoso. Sem dúvida é um dos mais belos lugares do mundo



 Fiz um up grade e comprei uma câmera decente para poder fotografar o local. Amanhã de manhã continuarei a viagem para Antofagasta, que é o aeroporto mais próximo do sítio astronômico. Fica cerca de 1000 km de Santiago.

Tive um pequeno problema com o meu tradutor universal, que aliás é frequente. Quando alguém fala comigo em  uma língua que não é português ou inglês as minhas respostas costumam ser em francês. Depois de alguns dias ele costuma a funcionar como deve. A conexão de internet no hotel também não é das melhores.